Broa Golf Resort em Brotas – a estrutura

Broa Golf Resort em Brotas - a estrutura

Continuando a série de postagens sobre o Broa Golf Resort, falemos agora da estrutura que tivemos à nossa disposição para fazermos o Encontro de Blogueiros.
Chegamos lá de noite e não tínhamos muita noção do tamanho, nem da beleza do lugar. Ao chegar na recepção, um rapaz de moto nos acompanhou até a recepção do lugar, pois se fossemos sozinhos, nos perderíamos na propriedade.

  • Os apartamentos 

Rapel-4

Fizemos o check-in e fomos para o quarto. Até aí, só vimos que o nosso apartamento havia um banheiro, um quarto de cama bem confortável, uma salinha com frigobar, TV e DVD e uma varandinha. Depois de um tempo é que o Fabio percebeu que a varanda era de frente para a represa! Estávamos ansiosos para aproveitar a vista pela manhã.

  • A represa

Rapel-3

A represa é um espetáculo à parte. De frente para os apartamentos,  para o Bar Demoiselle e o restaurante 339, é aqui que acontece o passeio de lancha, aulas e prática de wakeboard e esqui aquático. O pôr do sol daqui é uma coisa linda, de se apaixonar mesmo.

Procurando hotel? Reserve aqui em parceria com a Booking.com!
  • O restaurante  

O restaurante 339 é comandado pelas chefs Edir e Ana Maria Nascimento. O cardápio self-service é bem variado e uma delícia. Comíamos tanto que fiava até difícil levantar depois! Com vista para a represa, aqui é uma ótima opção para se comer sem pressa e só apreciar a paisagem.

  • Brinquedoteca

Bem pertinho do restaurante está a brinquedoteca para o seu pimpolho. Uma ótima idéia para os dias chuvosos, ou simplesmente para brincar em um espaço muito mais do que agradável.

  • Spa

Se você se cansa só de pensar em esportes radicais, esse é o seu lugar. Cabeleireira, massagista, tudo num só lugar!

  • FBO

FBO

Afinal, o que é esse tal de F. B.O.? Ele é primo do F.B.I.? Nãaaaao! F.B.O. em inglês quer dizer “fixed base operator”, o que significa que se você tem o seu jatinho, você pode ir até lá e desfrutar das amenidades do resort e deixá-lo guardadinho e muito bem cuidado pela equipe do Broa.

Nós fizemos um parada por lá e não nos arrependemos. Pudemos ver de perto uma coleção de aviões bem antigos e réplicas, como o Demoiselle – avião que Santos Dumont sobrevoou Paris. A réplica é muito bem feita, mas para garantir a segurança de quem voa, ao invés de utilizarem bambu, eles usaram alumínio.

Aqui também tem uma oficina de restauração de de construção de outros modelos. Pudemos ver de perto os funcionários trabalhando, além de vermos alguns carrinhos e motos antigas. Em um deles, eu que sou pequena não consegui ficar confortável, de tão pequeno que era

  • Esportes e atividades ao ar livre

 Este espaço terá uma postagem específica para cada atividade, pois são muitas mesmo: rafting, arco e flecha, rapel, passeio de lancha, paintball, golf…

Arco e Flecha

Arco e Flecha

Eu sou canhota, e consequentemente, torta por natureza. Eu não consigo abrir lata de leite condensado direito, escrevo com o punho todo torto, enfim, uma calamidade total. Eu sabia que não sairia da oficina de Arco e Flecha como uma profissional e que muito menos conseguiria acertar o alvo, mas como persistente que sou, eu fui mesmo assim.

O instrutor Presunto explicou bem direitinho a teoria envolvida no negócio, e disse que a primeira regra era que não poderíamos mirar em nenhum companheiro…eu fiquei tão decepcionada nesse momento. Queria tanto colocar algum amigo (?) meu com uma maçã na cabeça!

Rapel

Rapel-2

A ideia inicial era fazermos primeiramente esse rapel de 10 metros para no dia seguinte irmos até uma cachoeira de 70 metros. Infelizmente uma barreira foi rompida e havia muito fluxo de água, o que fez a descida ser cancelada. 🙁

Agora voltando à descida de rapel, quando você vê a torre debaixo, ela nem parece tão alta. Pois é, nem parece….mas quando você chega lá encima, além de um frio na barriga, você vai ter uma linda visão panorâmica do resort.

Quando morei na França, eu fiz escalada lá na faculdade, então para mim não era muito problema usar os equipamentos e manuseá-los. Mesmo assim, a dor de barriga e o medo da altura foram incontroláveis. Cheguei ao topo com a respiração ofegante e com as pernas tremendo. O pior de tudo é o começo da descida. Você tem que começar a descer com as pernas esticadas e depois soltá-las. Parece ser fácil, mas não é não. A descida negativa é a mais difícil de todas!

Golf

Rapel-5

O instrutor bem que tentou e foi paciente, mas o máximo que eu consegui fazer foi acertar apenas uma vez a bolinha e fazer ela se “engatinhar” por uns 2 cm! Foi aí que o sol começou a queimar demais e eu resolvi ir para a sombra e somente apreciar a vista enquanto os meninos se divertiam.

Parecia tão fácil vendo o professor, mas não é. Tem que ter uma combinação de coordenação motora, swing, pegada, jeito e postura  que não é pra mim não. Ele até me disse que uma aula de golf não pode durar mais de 45 min, por forçar demais a coluna e ser muito exaustivo para um iniciante.
Tirolesa
Rapel-6
Na verdade, a ideia original seria fazermos rapel em uma cachoeira de 70 metros. Estávamos todos nervosos e com dor de barriga de olhar para o buraco que estava nos esperando. Recebemos novamente instrução de como usar os equipamentos e então ficamos presos à uma corda e fomos para a beira da cachoeira.
Chegando lá, o instrutor percebeu que o fluxo de água estava muito mais forte do que o normal, o que faria a descida ser muito mais perigosa, pois seria difícil de ver onde a gente estaria pisando. Esperamos uns 15 minutos até descobrirmos que uma barreira havia sido rompida, e por isso havia tanta água. O rapel estava cancelado…snif.
Paintball
Para quem não sabe, o objetivo do paintball é pegar a bandeira do seu grupo, mas que obviamente está no campo do seu inimigo. Para começar o jogo, tivemos instruções de como atirar, travar a arma, atacar o inimigo e até render-se. Simples, né?
Na verdade não é tão simples assim quando você está com uma roupa de estilo duvidoso, uma máscara que não te deixa respirar e debaixo do sol. Tudo dificulta e muito a resistência, mas como éramos bravos guerreiros, estávamos confiantes de que os anos de artilharia serviriam para alguma coisa. Na primeira rodada, nós ganhamos! Uhuuu!! Na segunda a gente perdeu por falta de balas….snif.
O jogo foi bem bacana e ótimo para quem quer desestressar e  esquecer um pouco dos problemas de SP. O único problema é que um tiro com aquela bolinha dói pra caramba…eu não tomei nenhum, mas o Fábio ficou com o braço todo vermelho…tadinho!
Rafting

Eu já havia feito rafting em Cuzco e tinha gostado bastante, embora tenha tomado um caldo daqueles! Já o Fábio nunca havia feito e estava todo animado para fazer. Como tivemos atividades durante o dia todo, sobrou somente o final do dia para fazermos o rafting….o que significa que faríamos no escuro!

Os instrutores foram bem bacanas e pacientes conosco. O rio estava bem cheio por conta da chuva do dia anterior e os galhos estavam machucando todo mundo….tirando isso, o passeio foi bem bacana! Todos trabalhando em equipe para sair dali o mais rápido possível e se molhando o mínimo possível..heheh


Tags from the story
,
More from Deise de Oliveira

Passeio de helicóptero em Foz do Iguaçu: simplesmente deslumbrante!

Eu nunca havia andado de helicóptero antes, então quando surgiu a oportunidade...
Read More

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *