Rapel e trilha na Boca da Onça, Bonito, Bodoquena – MS

O que fazer em Bonito-49

Compartilhe

Quando eu descobri que iria visitar a Boca da Onça, de cara me lembrei de que lá existe um rapel de 90 metros (que por sinal é o rapel de plataforma mais alto do Brasil). E é claro que quando me sugeriram de fazer o tal rapel, eu topei! Com um medo danado, mas topei! 😉

Rapel e trilha na Boca da Onça, Bonito, Bodoquena – MS

Mas se você estiver se perguntando se você teria coragem, não se preocupe: há duas opções de passeios por lá – com ou sem o rapel. A única diferença é que fazendo o rapel você vai encontrar o resto do grupo já lá embaixo, enquanto quem optou por só fazer a trilha terá que caminhar um pouco mais.

O que fazer em Bonito-52

Como eu já havia feito rapel no dia anterior no Abismo Anhumas, não precisei fazer o treinamento novamente. Agora, se você não se sentir confortável, faça o treinamento até se sentir confiante e seguro.

Saímos de lá e fomos já equipados para a caçamba de um caminhãozinho que nos levaria para um lugar mais próximo da plataforma. Chegando lá, já comecei a sentir dor na barriga e uma ansiedade. Era uma mistura de vontade de desistir com uma curiosidade imensa em ver o tamanho daquele rapel.

O que fazer em Bonito-48

Ao chegar na plataforma já dá pra sentir o drama: não dava nem para ver o final do rapel. Mas realmente a vista com o rio Salobra era espetacular. Havia também uns urubus sobrevoando a área. Será que era para comer as minhas vísceras? 🙁

O pior mesmo é o começo, pois depois eu fiquei tão impressionada com a vista que perdi o medo instantaneamente. Não dava tempo para ter medo com uma paisagem dessas. Desci bem rapidinho para sentir um pouco mais de adrenalina e depois era só esperar os meus companheiros de aventura para seguirmos a trilha.

Era hora de caminhar e a primeira parada era na cachoeira que dá nome ao lugar: a Boca da Onça. Esse nome se dá porque quando não há um grande volume de água, uma parte da cachoeira parece que tem o formato de uma onça. A cachoeira é tão grande – 156 metros de altura – que fica até difícil fotografá-la por inteiro. Aproveitei para me refrescar e tomar um banho nessa água mais que gelada!

O que fazer em Bonito-51

Depois dessa cachoeira, ainda havia mais 9 cachoeiras menores – sendo que 3 delas dava para tomar banho.  Era simplesmente uma delícia! A trilha era bem cansativa, então quando chegávamos em um ponto para tomar banho, era muito refrescante!

Depois de fazermos a trilha, era hora do almoço! E que comida mais deliciosa…era de encher os olhos (e a barriga :D). Eu sou simplesmente apaixonada por comidas feitas em fogão à lenha e não resisti; comi mais do que deveria. Também, tem como resistir?

Depois do almoço uma sonequinha básica no redário. Para quem quisesse, também havia a opção de tomar banho de piscina (com ou sem peixes). Eita vida difícil!

Informações:

  • Leve protetor solar, repelente e roupa de banho
  • Não esqueça de levar 1 litro de água para a caminhada
  • O passeio dura cerca de 3h30

Valor: o rapel + trilha + almoço sai por 303,00. Todos os passeios foram feitos através do Bonito Hi Hostel.

Não sabe o que fazer em Bonito? Leia as nossas dicas e boa viagem!

Mais informações no site do Boca da Onça

* O Viagem pelo Mundo viajou a convite do Bonito Hostel e Grupo Rio da Prata.
Atenção: verifique se os valores descritos no texto continuam os mesmos. Como temos centenas de posts e não temos uma equipe para atualizá-los, por favor, verifique você mesmo se houve alguma mudança.
Booking.com

More from Deise de Oliveira

Praia de Itacoatiara em Niterói, Rio de Janeiro

  Depois de um belo almoço no Restaurante Berbigão, saímos de lá...
Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *