Viajar apenas com mala de mão (sem despachar a bagagem): 40 dias pela Europa

Aix en Provence

Os posts mais lidos do blog depois de tantos que já foram escritos continuam sendo os do que levar na mala de viagem. Hoje vamos um pouco mais além e vamos falar da nossa viagem para a Europa com a nem tão difícil tarefa de viajar com apenas uma mala de mão (aquelas que cabem na cabine) em uma viagem de 40 dias pela Europa.

Viajar apenas com mala de mão (sem despachar a bagagem): 40 dias pela Europa

Os brasileiros estão cada vez mais famosos no mundo inteiro por uma coisa que eu nem aprecio tanto: por serem gastadores compulsivos. Em todos os lugares que eles vão, é fácil descobrir se tem brasileiro ou não na jogada: as malas são enormes e desproporcionais? É porque provavelmente são brasileiros.

Para mim, existem alguns problemas com esse estilo de viagem: com uma mala pesada, além de você carregar mais peso do que deve, a viagem começa a ficar cada vez mais complicada e cara. Explico: com uma mala grande, provavelmente você terá que pegar um táxi para sair do aeroporto ou vai sofrer para carregar sua mala sozinho. Isso significa que você ou vai gastar mais dinheiro ou perder mais tempo.

Como eu não gosto de nenhuma das duas opções, nesta minha última viagem à Europa, eu resolvi viajar com apenas uma mala de cabine de 10kg e nada mais.  Além disso, pegaríamos alguns voos da EasyJet onde você tem que pagar por mala despachada, e como somos mãos-de-vaca, não queríamos ter que pagar!

Resultado: sucesso! A viagem foi sem dúvida muito mais gostosa e sem grandes problemas. Como viajei metade do tempo sozinha, foi bom não ter que depender da ajuda de ninguém para subir as escadas dos metrôs de Paris e para colocar as malas nos trens franceses.

E como é que eu consegui isso? Planejamento e muita força de vontade! Se eu consegui, eu tenho certeza que você também irá conseguir. Veja a nossa lista de dicas para você também fazer uma viagem mais leve:

Leve mudas de roupa para apenas 7 dias

Parece loucura, mas não é. A ideia é que conforme você for sujando as suas roupas, você as lave. Acha muito ruim lavar as suas próprias roupas? Então espere juntar uma quantidade considerável e mande lavar no seu hotel. No nosso caso, nós mesmos lavávamos a nossa própria roupa (eu levei um pedaço de sabão em pedra do Brasil).

Leve roupas leves que não amassem ou dry fit

Esse foi a melhor coisa que eu fiz. Além de ter uma aparência mais apresentável (esses tecidos não amassam), eles não ocupam tanto espaço na mala e secam rapidinho. Isso significa que quando lavávamos a nossa roupa antes de dormir, no dia seguinte ela já estava seca. Muito prático!

Use sacos a vácuo

Quer diminuir mais ainda o volume de suas roupas? Use um saco a vácuo específico para viagem. Eu comprei o meu na Kalunga e valeu a pena. A única coisa que eu digo é para vocês terem cuidado ao manuseá-lo, pois um dos meus sacos rasgou na segunda semana de viagem. 🙁

Leve xampus e cremes em potes pequenos

 

A maioria das perfumarias vendem potes de plástico para líquidos. Eu comprei alguns deles com volume de 100 ml (o permitido em viagem internacionais) e distribuí o xampu, condicionador, protetor solar e creme neles. Eu também comprei um desodorante que tivesse 100ml. No final, a minha necessaire era bem pequena mas tinha tudo o que eu precisava!

Toalha

Toalha é um item que ocupa espaço na mala, né? Para resolver esse problema, nós levamos uma toalha comprada na Decathlon e que ocupa pouco espaço. Além disso, ela seca muito mais rápido do que as toalhas comuns. Ponto para nós! 😀

Desapegue!

Isso é bem pessoal, mas eu não faço questão de usar as minhas melhores roupas e milhares de combinações em minhas viagens. Na verdade para mim a viagem é o momento para me desapegar e usar as minhas roupas mais básicas e que combinem entre si. Não adianta nada levar uma blusinha linda, mas que não combina com nada, né?

E aí? Vocês já viajaram apenas com a mala de mão? O que acharam? Conte para nós!


Tags from the story
More from Deise de Oliveira

Memorial do Muro de Berlim

O Memorial do Muro de Berlim (ou Gedenkstätte Berliner Mauer) é mais dos...
Read More

18 Comments

  • Saudações, bem interessante as suas dicas. Vou em maio a itália ficarei 14 dias e estou no dilema de ir só com a bagagem de mão. Quero levar o notebook, mas isso já estraga o plano.

    Uso lente de contato tb, e vi que na itália tudo custa mais caro.

    Então estou na dúvida se levo só a mala de bordo ou não como vai ser primavera acredito que serão só roupas leves, e irei viajar muito de trem passarei por
    torino,milão,verona,lago di garda,veneza,modena,firenze e roma então penso que quanto mais leve melhor.

    Abcs.

    • Oi Ricardo, tudo bem?
      Levar o notebook não estraga o plano não! Eu também levei e quando chegava a hora no check in e do raio X, eu tirava ele da mala. Para facilitar as coisas, eu também deixei uma mochila vazia dentro da mala. Era com essa mochila que eu passeava pelas cidades. Para viajar de trem, eu também tirava ess mochila e colocava a câmera e objetos pessoais importantes. A mala ficava somente com as roupas.
      Agora, confesso que mulher tem um privilégio: nós podemos levar uma mala de mão e uma bolsa. Isso facilitou as coisas para os voo indo e vindo para o Brasil, mas não os da Easyjet. Com a Easyjet você só pode embarcar com 1 volume. Então aí não tinha conversa: eu colocava tudo dentro da mala e só tirava o computador na hora do raio X. Depois de passar, colocava o notebook dentro da mala de novo.

      Abraços!

  • Ola,

    Achei muito interessante o seu post, eu também sou adepta a viajar leve! E também levo roupas ou toalhas que se precisar colocar algo na mala nao terei problema nenhum em deixa-la por la… Para os calçados idem, levo apenas um par de chinelos e vou vestida com um bom tenis.. Quando viajo quero conhecer lugares, comidas, pessoas… Nao tenho intençao alguma em fazer desfile de moda, temos de ser praticos!

  • Gente, nunca tinha pensado nisso.. nunca viajei pro exterior, estou programando uma viagem pra esse ano e cooooooom certeza vou seguir isso porque parece muito mais libertador que sair puxando mala pesada poraí… e dá pra montar looks bacaninhas sendo básica não é mesmo? um abraço e sucesso!

  • agora em junho passarei 22dias entre Israel, Turquia e Grecia. gostaria de algumas dicas sobre o que levar. Em alguns lugares em Jerusalém a cabeça precisa estar coberta, bermudas e decotes não podem. Qual a temperatura real? Faremos a via sacra tb. Dólar ou Euro ? Obrigada se puder ajudar.

  • Oi pessoal…sei bem o que é viajar com uma mala enorme e ter que subrir muitos degraus nos metrôs pelo mundo a fora…é uma tortura! Na proxima semana embarco para uma aventura pela Itália, Suiça até Londres e pretendo ir com uma mala pequena . Depois conti como foi a tarefa de arrumar o necessário dentro de uma mala pequena. Adorei o post!

  • Ola, tudo bom?? Muito boa as dicas. Vocês foram com mala msm?? Estou querendo ir com uma mochila tipo cargueiro, de uns 40 litros. Será que passa de boa sem precisar despachar?
    Obrigado!!

  • Light packing é vida! Depois que comecei, não consigo fazer outra coisa. Meu recorde por enquanto foram vinte dias com 9kg, mas pretendo organizar melhor e conseguir baixar isso aí, porque ainda teve coisa que boiou na mala, e que podia ter sido deixada por aqui. Também recorro às malhas, básicos, dry fit, tudo confortável, leve e apresentável. Diminuir os pares de sapato super ajuda (sempre tento levar só dois, e o maior deles já calçada). Pra mulher, não tem coisa melhor do que ter liberdade de andar por aí sem depender de ajuda pra carregar a mala. Além de tudo, pegar trem, ônibus, metrô, sem ficar esbarrando em todo mundo e ocupando um super espaço. Mas a melhor de todas as coisas: Não esperar pela bagagem na esteira nunca mais, e nunca mais ter a bagagem extraviada <3

  • Olááá que legal seus post’s…adorei principalmente esse debagagem que não despacha.
    Sempre ouço “como vc consegue?”, quando digo que viajo com uma única mochila pra tudo que é canto, gente desapeguem….é tão mais simples, prático e fácil viajar com uma só mala/mochila.
    Também acho que viagem é tempo do “básico”, pra que levar roupas que vc sabe que não vai usar mas leva porque “vai que..”, pára, roupas que combinam entre si, que não amassem, que sejam confortáveis e só.
    Bjo querida.
    ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *