Cachorro na cabine do avião: bolsa de transporte


Se você tem um cachorrinho, provavelmente já sofreu com a decisão de deixá-lo em casa ou levá-lo junto na viagem. Quando o cachorro é relativamente pequeno, talvez valha a pena considerar levá-lo na cabine do avião na viagem, mas para isso você precisa de uma bolsa ou caixa de transporte. Quer saber um pouco mais sobre a nossa escolha?

Cachorro na cabine do avião: bolsa de transporte

O Wurst é um cachorro pequeno, mas nem tão pequeno assim. Embora ele seja leve (tem apenas 6kg), ele tem 30cm de altura (que é medido da cernelha até o chão, e não da cabeça). Isso faz com que fique bem difícil encontrar uma bolsa de transporte que o caiba confortavelmente.

Se você tem um Yorkshire, por exemplo, não vai encontrar muitos problemas, pois qualquer bolsa de transporte de cachorro será boa o suficiente. Mas e para um cachorro maior, como o meu spitz alemão ou um corgi? As informações são tão desencontradas, mas a minha persistência foi maior. E foi aí que encontrei o site DogJaunt de uma blogueira americana que viaja o mundo com sua cadelinha. 

Procurando hotel? Reserve aqui em parceria com a Booking.com!

E foi lá que eu encontrei a solução para os meus problemas: uma bolsa um pouco maior que as especificações das companhias aéreas, mas que é maleável o suficiente para ceder embaixo da poltrona.  Lá você vai encontrar relatos de outros viajantes que viajaram na cabine com os seus cães.

Por que bolsa e não caixa de transporte?

Para quem tem cachorro um pouco maior, as especificações de tamanho de caixa de transporte dificultam. Isso porque o cão tem que ser muito pequeno para conseguir caber. Como a bolsa de transporte é maleável, você consegue usar uma um pouco maior do que as especificações.

A bolsa que precisávamos não vende no Brasil

Mas aí veio o primeiro problema: essa bolsa, a Argo, só vende nos EUA! Bom, ainda bem que tenho uma cunhada treinadora de cães e que mora lá! 😀 A primeira solução foi acioná-la….mas quando decidirmos viajar para a Rússia juntos, ela saindo dos EUA e nós do Brasil, sabíamos que a melhor solução seria entregar na casa dela e ela levar para a Rússia. (Sim, ela é uma fofa e levou a bolsa do Wurst para a Rússia! A mala dela extraviou e foi um horror, mas isso é assunto para outro post).

Como a bolsa dobra toda, dava para colocá-la dentro da mala sem problemas. Na volta para o Brasil, nós até usamos ela como uma bolsa comum e colocamos coisas dentro. O mais engraçado foi entrar no avião e a aeromoça perguntar: “Tem um cachorro aí?”…hahah Ela reconheceu a bolsa!

Como treinar o seu cão para gostar da bolsa

Como todo o treino que fazemos com o nosso peludo, usamos o reforço positivo. De início, deixe a bolsa aberta e coloque comidinhas dentro…ele provavelmente vai querer entrar para comer mais. Toda vez que ele se aproximar da bolsa, dê recompensa.

Depois, aumente a dificuldade: apenas quando ele entrar na bolsa, dê a recompensa. Quando ele entender que precisa entrar para receber, começará a querer ficar lá dentro. Depois comece a aumentar o tempo entre a distribuição de comidinhas, para ele ficar cada vez mais tempo dentro.

Comece a usar a bolsa em passeios curtos e legais, como ir ao parque. Logo ele irá associar a bolsa a coisas positivas.

Resenha Argo Pentagon

Vou falar um pouco das minhas impressões gerais.

Prós

  • cabe um cachorro um pouco maior;
  • não tem cara de bolsa para cachorro;
  • é sólida e robusta;

Contras

  • não tem uma entrada lateral, só encima.

Para evitar o calor

Minha segunda remessa de compras dos EUA incluiu um ventilador portátil para levar no dia da viagem. Embora a bolsa seja bastante ventilada, fico com medo dele morrer de calor lá dentro.

 

Nós ainda não usamos nossa bolsa, mas usaremos em breve e contaremos para vocês como foi.


Booking.com

Ajude-nos a manter o site com conteúdo sempre gratuito!

Quando você faz uma reserva com um dos nossos links afiliados, você nos ajuda a viajar mais. E o melhor: você não paga nada mais por isso! Obrigada pela força! :)

Tags from the story
More from Deise de Oliveira

O Cristo Redentor: uma vista imperdível!

Eu já fui algumas vezes ao Rio, mas nunca havia feito nada...
Read More

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *