Safári na África do Sul: Kruger Park e os Big 5


Nesse post tentaremos explicar um pouco como funciona o tão famoso safári na África do Sul, mais especificamente no Kruger Park, que é o mais famoso deles e o maior, com 20 mil km². Se você está pensando em visitar o país, vale muito a pena considerar uma paradinha por aqui de alguns dias.

Safári na África do Sul: Kruger Park e os Big 5

Safári na África do Sul: Kruger Park e os Big 5
Tem alguém aí?

São tantas as coisas que temos que falar sobre o tão famigerado safári que resolvemos separá-los em tópicos.

Safári ou “game drive’?

Safári na África do Sul: Kruger Park e os Big 5

A primeira coisa que é importante falar para vocês é que por aqui, o que nós chamamos de safári, é chamado de “game drive”. Isso porque “game” significa caça ou animal (a explicação é que quando você está caçando um bicho, é como se estivesse participando de um jogo) e “drive” tem a ver com o fato de que esses passeios acontecem em 4X4. O que eles chamam de “game reserve”, então, é uma reserva onde esses diversos animais ficam.

Como chegar no Kruger?

Safári na África do Sul: Kruger Park e os Big 5

Procurando hotel? Reserve aqui em parceria com a Booking.com!

O Kruger é o parque mais democrático de todos, pois existem opções de visitas para todos os bolsos. Se você, assim como nós, não tem muita grana, dá pra alugar um carro de Joanesburgo e ir até um hotel próximo ao parque ou se hospedar em uma das acomodações que ficam dentro do Kruger.

Safári na África do Sul: Kruger Park e os Big 5
Elefante tentando se esconder de nós.

Se você estiver buscando praticidade e conforto, é possível pegar um voo do aeroporto de Joanesburgo até o Kruger International ou até Hoedspruit e alugar um carro de lá.

Onde ficar no Kruger?

Safári na África do Sul: Kruger Park e os Big 5

Isso também vai depender do seu bolso. O que eu posso dizer é que há opções infinitas, como vocês podem ver aqui.  Nós ficamos em um hotel muito bom, bem pertinho de uma das entradas do parque, o Mvuradona Safari Lodge, que tem um preço bem em conta e uma qualidade ótima.

Fazer safári não é tão agitado quanto imaginamos

Safári na África do Sul: Kruger Park e os Big 5

Na verdade, fazer safári é até meio entediante em alguns momentos. Isso porque encontrar animais é bem mais difícil do que encontrar o Wally. Por isso, ao fazer um passeio com um “ranger” (um guia), você terá mais chances de ver os bichos, pois os guias se comunicam por rádio e eles acabam sempre sabendo onde estão cada bicho.

Safári na África do Sul: Kruger Park e os Big 5
Fabio e um elefante no fundo!

Muitas vezes você vai ficar em silêncio (para não assustar os bichos) e muitas vezes irá ver apenas veados. No começo, você irá até tirar fotos deles, mas depois você verá tantos deles que irá perder a graça. haha

Safári por conta ou com guia?

Safári na África do Sul: Kruger Park e os Big 5
Carros parados: sinal de que há bichos!

Se você tiver a chance de fazer as duas coisas, eu recomendo. Como eu disse, o legal de fazer com um guia é que eles sabem onde estão cada bicho. Se você for por conta, terá que dar sorte ou parar nos postos de informações (lá eles têm um mapa com uma indicação de quando e onde cada animal foi visto).

Safári na África do Sul: Kruger Park e os Big 5
Mapa com indicação de onde os bichos estão.

Agora, se você não tiver muito tempo, recomendo muito a visita com guia, pois você acaba aprendendo muito sobre os animais também. Geralmente os lodges mais estruturados possuem pacotes com safáris diários, um geralmente por volta das 5h e outro no final da tarde. Se você estiver com pressa, existem também safáris de um dia todo.

E os Big 5?

Safári na África do Sul: Kruger Park e os Big 5
Acho que eu vi um gatinho! 😉

Eu conheço gente que já fez vários safáris e ainda não conseguiu ver os Big 5. Entretanto, nós conseguimos ver todos eles em apenas uma manhã. Na natureza, tudo é imprevisível! Para quem não sabe, os Big Five são: leão, leopardo, rinoceronte, búfalo e elefante. Eles são denominados assim, pois são os mais perigosos de se caçar e não os maiores (por isso a girafa não está na lista).

E a malária?

Safári na África do Sul: Kruger Park e os Big 5

Sim, existe malária na região. Não vou mentir pra vocês. Por isso, o ideal é usar sempre repelente. A gente ficou tão neurótico que passava várias vezes por dia!

Onde abastecer?

Safári na África do Sul: Kruger Park e os Big 5

Por incrível que pareça, existem postos de gasolina dentro do parque. Mas, como vocês podem imaginar, o preço é bem mais caro. Por isso, recomendo que vocês encham o tanque antes de entrar na região do Kruger, para economizar.

Onde comer?

Safári na África do Sul: Kruger Park e os Big 5

No nosso caso, no nosso passeio estava incluso o almoço. Para isso, nós fomos em um dos pontos de piquenique que por sinal fica perto das acomodações. Se você estiver preocupado, há lojinhas de conveniência nesses locais com sanduíches, saladas e bebidas.

*Agradecimentos a South African Airways e South African Tourism por mais uma viagem linda pela África do Sul.


Tags from the story
More from Deise de Oliveira

Universidade Livre do Meio Ambiente, Curitiba – PR

  Se você vai a Curitiba deveria, na minha opinião, visitar esse...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *