Convento e cemitério Novodévitch em Moscou


Convento e cemitério Novodévitch em Moscou

Por mais mórbido que seja, eu adoro visitar cemitérios das cidades que visito! É uma emoção poder ver (nem que seja o túmulo) dos meus escritores preferidos. Muito macabro? Que nada! Os cemitérios de algumas cidades – incluindo Moscou – são tao importantes quanto qualquer outro ponto turístico.
No convento e cemitério Novodévitch reserve pelo menos uma tarde inteira. É muito gostoso passear por aqui e tudo é muito bem cuidado.

História
O convento foi criado em 1524 pelo czar Vassili III para comemorar a conquista de Smolensk antes pertencente à Lituânia. Além de ser construída para ser uma instituição religiosa, a intenção era que aqui também fosse uma fortaleza – já que a localização estava estrategicamente no ponto sul da cidade.

Como ele foi construído por ordem do czar, este monastério teve uma importância muito maior do que os outros e eram principalmente as moças de família nobre que vinham se hospedar aqui. Como muitos lugares na Rússia, aqui também foi usado como prisão de pessoas que não eram fiéis ao czar. Depois da Revolução Russa de 1917, o espaço foi modificado para ser um museu.

Falando em Bulgákov, eu tenho uma história muito interessante que o meu professor do Instituto Púchkin me contou. Lá vai a história:
Bulgákov admirava tanto Gógol que fez a sua mulher prometer que quando ele morresse, ela arranjaria uma pedra simples – assim como a que havia na tumba de Gógol – para coloca em sua lápide.
Quando Bulgákov morreu, a senhora Bulgákova começou o seu périplo em busca da tal pedra. E nada de achar! Depois de algum tempo, ao andar pelo cemitério, ela encontra uma pedra jogada em um canto. E a pedra era exatamente do jeito que Bulgákov queria!
Ao mover a pedra para colocar na tumba do autor, Bulgákova percebeu que do outro lado estava escrito “Gógol”. Era justamente a pedra do Gógol!

Convento e cemitério Novodévitch em Moscou

Quando o corpo de Gógol foi movido para esta nova lápide, resolveram colocar uma estátua dele e deixar a pedra de lado! Resumo da ópera: dizem que se você virar a pedra do túmulo do Bulgákov, embaixo estará escrito: Gógol!
Verdade ou mentira, esta história é fascinante!

Procurando hotel? Reserve aqui em parceria com a Booking.com!

Informações

Como chegar: A estação de metrô mais próxima é a Sportivnaia.
Quando: museu: terças a quintas das 10h às 17h e o convento diariamente das 10h às 18h. Fechado na última segunda do mês.
Quanto: por volta de 5 dólares

Curta e compartilhe

Tags from the story
More from Deise de Oliveira

Ópera de Arame em Curitiba

Que a Ópera de Arame é um dos cartões postais mais bonitos...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *