Pouso da Cajaíba – Paraty

Pouso da Cajaíba - Paraty

Cajaíba é bem pertinho de Paraty e com praias beem mais bonitas. Para chegar neste lugar inóspito, só de barco. Os barcos saem de Paraty e de Paraty-mirim – que fica um pouco antes de Paraty, no sentido de quem vem de SP.
Quando eu fui, peguei o barco em Paraty-mirim. Lá você terá que deixar o carro em um dos diversos estacionamentos e depois pegar o barquinho. Inho mesmo. Não vá esperando uma escuna não!
Se você for de ônibus, o mais fácil é pegar o barco em Paraty mesmo. Nas épocas de temporada, há barcos saindo de 15 em 15 minutos. Ah, e você vai pagar uns 25 reais.

Cajaíba

Chegando lá: você tem duas opções, ou alugar uma casinha dos pescadores ou acampar. Como eu fui em temporada, acampei no camping chamado “Trilha do Peixe“. Tente armar a sua barraca em um lugar próximo de uma árvore para poder fazer varal, etc. Ah: também se prepare psicologicamente para o banheiro: a água é praticamente gelada e não é lá muito limpo não. No camping tem também um café da manhã – pago – que é bem gostoso.

Em Pouso da Cajaíba há diversos restaurantezinhos e bares para comer. Tem também uma padariazinha onde você pode tomar o seu café da manhã. A praia de Pouso não é muito boa não, então o que vale mais a pena é comer por aqui e depois se embrenhar por entre as trilhas!
SUMACA: para se chegar lá só de barco – em uma parte do trecho – e depois trilha de mais ou menos 40 minutos. Vale a pena! A praia aqui é linda e quase sem ondas, porque fica quase em uma baía. Aqui também têm 1 – um só – restaurante para comer umn PF de peixe – é só. O PF é bem saboroso e a porção é generosa.

Pouso da Cajaíba

Procurando hotel? Reserve aqui em parceria com a Booking.com!

PRAIA GRANDE: aqui você pode ir de barco ou de trilha. A praia aqui é bem badalada e com uns 3 restaurantes para se comer e beber uma cervejinha. Aqui também é o lugar que a maioria dos jovens passam a tarde inteira relaxando.

MARTIN DE SÁ: a praia dos surfistas e, como consequência, cheia de gente bonita. A trilha é meio pesada – umas 1h30min de sobe e desce – mas depois que você chega lá, não quer mais voltar!
Aqui também têm um camping – muito mais legal que os de Pouso – mas o problema é que você terá que convencer um pescador a te trazer aqui, ou vir de trilha mesmo com toda a sua bagagem. Ah! Nada de cerveja aqui. É proibido vender bebida alcoólica. Snif.

Curta e compartilhe

Tags from the story
,
More from Deise de Oliveira

Visita e almoço a Cavas Wine Lodge em Mendoza – Argentina

A cidade de Mendoza na Argentina sempre esteve em meu imaginário. Apaixonada...
Read More

5 Comments

  • POUSO DA CAJAYBA? ERA MARAVILHOSO!!!!!!
    LUGAR CALMO, ONDE A NATUREZA ERA SENTIDA E APRECIADA. A NOITE ADENTRAVA E AS FOLHAS DO COQUEIRO DANÇAVAM E ASSOBIAVAM NA FRENTE DA LUA; ATÉ OS POUCOS CÃES QUE LÁ SE ENCONTRAVAM, DEITAVAM PRÓXIMOS PARA SABOREAR O FRESCOR DA BRISA QUE VINHA DO MAR E SE ENCAMINHAVA PARA O “V” AO FUNDO. SAUDADES, SR. JOTINHA, D. MANINA, FAMILIARES E OS QUE CONVIVI.
    COM O PASSAR DOS ANOS, O HOMEM DESCOBRE LUGARES COMO ESSE,E OS TRANSFORMA …, PENA/TRISTEZA PORQUE MUITAS VEZES ACABA COM A NATUREZA.

    • Gostaria de saber quem deu o depoimento a cima que menciona o nome do meu pai Jotinha, realmente esse lugar um dia foi um paraíso, hoje é apenas um lugar bonito, é uma pena, resta realmente lembrança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *