Versalhes é uma cidadezinha bem perto de Paris e conhecida pelo seu castelo. Dentre os pontos turísticos de Paris, este (que na verdade nem fica em Paris), é o segundo lugar mais visitado depois da Torre Eiffel. E não tem jeito: não importa a época do ano e o período do dia: Versalhes sempre terá uma fila para entrar.

 

Palácio de Versalhes – França: bate-volta desde Paris

Agora, se você estiver esperando um castelo de contos de fadas, com poço e tudo, ficará um pouco decepcionado. Apesar do palácio ser um dos maiores do mundo – na minha modesta opinião – o jardim e os espaços abertos são sim o espetáculo do lugar.

SEGURO VIAGEM COM DESCONTO?

Vai viajar? Não se esqueça de fazer o seu Seguro Viagem, pois ele além de ser um item indispensável para quem não quer gastar uma fortuna com imprevistos, é obrigatório para viagens para a Europa, por exemplo. Faça sua cotação e parcele em até 9X no cartão ou pague no boleto. Use o CUPOM VIAGEMPELOMUNDO5 para ter 5% de desconto!

A história

Considerada como uma representação de poder da Corte francesa, Versalhes teve diversas fases de construção. O projeto se iniciou no período em que o rei Luís XIII estava no poder, mas continuou também nos reinados seguintes.

O morador mais famoso e ilustre do palácio foi o rei Luís XIV, que transferiu toda a sua Corte para cá como uma forma de fugir do povo. Na verdade, não era somente a Corte que morava aqui, mas toda as pessoas envolvidas com o funcionamento do espaço.

Durante o reinado de Luís XVI, a famosa rainha Maria Antonieta passava boa parte do seu tempo no espaço chamado de Grand Appartement de la Reine, que corresponde a um espaço privado para a ela receber as suas amigas, bem como um belo jardim. Corre uma lenda que o custo para se manter Versalhes na época áurea era de 25% do valor do rendimento da França. Imagina?

Programando a sua visita por Versalhes

Primeiramente é importante dizer que um passeio de bate-volta para o Palácio de Versalhes desde Paris deve ser de um dia inteiro. Para facilitar, leve lanche e faça um piquenique nos lindos jardins (se o clima permitir, é claro).

O ideal é comprar o ingresso no próprio site do museu (link abaixo) para evitar filas. Ao chegar na entrada sem ingresso, você terá que pegar duas filas: uma para comprar e outra para entrar. Você economiza metade do tempo só pegando a fila para entrar (se você tiver o ingresso, é claro). A visita pelo Palácio principal já está incluso um audioguia, o que é bem bacana para saber detalhes histórico do local e dos moradores ilustres. Para fazer a visita completa do palácio principal e ouvir todos os detalhes, você vai demorar pelo menos 45 minutos.

Depois, siga para os jardins. Se tiver sol, sugiro que você alugue um barquinho por 1 hora, ou simplesmente relaxe na sombra de uma árvore. O lugar é tão lindo que merece ser apreciado sem pressa. Para aqueles que estão cansados de caminhar, existe a possibilidade de pegar um trenzinho que passa pelo palácio principal, grand e petit trianon. Eu preferi andar e apreciar todos os detalhes. É importante dizer que esse trenzinho é pago separadamente.

Como chegar :

Pegue em Paris a linha RER C5 te levará da estação RER até a estação Versailles-Rive Gauche e caminhar até o castelo. Outra opção é pegar o SNCF da estação Gare St-Lazare (3.40 euros) até Versailles-Rive Droite, que é 1.2km longe do castelo.

Preço:

Para comprar o ingresso, você terá que decidir se verá somente o palácio principal e o jardim, ou se desejará também visitar os domínio de Maria Antonieta. Lá você encontrará um palacete, o Petit Trianon, jardins e pavilhões de festas da rainha. Compre o seu ingresso (com antecedência) aqui: http://billetterie.chateauversailles.fr/index-css5-chateauversailles-pg1.html

Quer economizar? Compre o Paris Museum Pass e visite Versalhes e muitos outros museus por um único preço.

 

Tours em Versalhes

Que tal fazer um tour de bicicleta por Versalhes? Com a Weplann você compra o seu ingresso em reais e parcela em até 6X no cartão!

Endereço: 2bis av de Paris.

Horário: das 10h às 18h de segunda e das 9 às 19h de terça até domingo (isto de abril até setembro) de outubro até março,das 9h às 19h de terça a sábado e das 9h às 18h de domingo.

Ingressos? Compre um passe e economize!

Em Paris, a melhor opção para quem quer conhecer boa parte dos pontos turísticos da cidade é comprar o  Paris Museum Pass.

Com ele você paga apenas uma vez um valor que já inclui atrações como Louvre, Versalhes e D’Orsay. É possível escolher entre um Passe de 2 dias ou um Passe de 4 dias para retirar ou no aeroporto Charles de Gaulle ou no Orly.  Achou muito trabalhoso? Compre o passe de 2,4 ou 6 dias com entrega em seu hotel!

PARIS MUSEM PASS 2,4 OU 6 DIAS C/ ENTREGA NO HOTEL   PARIS MUSEUM PASS 4 DIAS (RETIRADA NO AEROPORTO)  PARIS MUSEUM PASS 2 DIAS (RETIRADA NO AEROPORTO)

 


VIAGEM COM DESCONTO?

Nós temos diversos parceiros para te ajudar a viajar mais barato:
Booking.com

5 COMMENTS

  1. José Luis,

    esta é uma bela razão para voltar para a França, não? Eu tenho diversas razões como esta para voltar logo para tantos lugares que eu preciso de umas 30 vidas!rrs

  2. Parabéns pelo blog. Quando fui lá também achei o jardim o ponto alto. Sem querer ser chato, mas já sendo, quem começou a construção foi o Luís XIV (deve ter sido erro de digitação seu). abraço!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here