Esta é uma informação tão importante, mas tão importante na minha vida, que eu até me esqueci de divulgar para vocês. Acho que o Couchsurfing já está tão presente nas minhas viagens, que eu acabo esquecendo que as pessoas nunca haviam falar dele.

Bom, vamos lá. O Couchsurfing é uma organização que tem como propósito juntar pessoas de diversos países – e que estão dispostos a hospedar e serem hospedados por pessoas de todos os cantos do planeta e trocarem experiências culturais e de viagens.
Como isto funciona? 
1)Bom, primeiro você cria um perfil – como se fosse um Orkut. Lá você poderá colocar fotos e informações pessoais sobre você. 
2)Coloque aqui o máximo de referências sobre você, para as pessoas te conhecerem melhor. Conforme você for conhecendo outros couchsurfers, você poderá escrever referências positivas ou negativas – e as pessoas poderão escrever sobre você também.
3) Daí começa a parte mais trabalhosa: procurar um sofá. Você vai poder procurar por país/estado/cidade e procurar pessoas que sejam mais parecidas com você. Tem gente que tem animal de estimação e você pode ser alérgico, por exemplo. Tem outras pessoas que só aceitam mulheres. E por aí vai. Ah, o anfitrião tem todo o direito de recusar, e daí você terá que procurar outra pessoa.
4) Ao mandar um email para pedir um sofá, seja educado e procure o nome da pessoa em seu perfil. Nada mais chato do que mandar um email com o apelido da pessoa, né? Ah, mande com pelo menos 30 dias de antecedência. Se você mudar de ideia e não quiser mais ser hospedado, mande um outro email avisando com antecedência também.
5) Tente saber mais sobre a pessoa que você vai encontrar e leia o seu “Perfil”. Talvez vocês tenham coisas em comum que você nem acredita!
6) O lugar onde você vai dormir vai depender do seu “host”. Alguns tem um sofá, outros uma cama e outros só um pedaço no chão mesmo. Pergunte antes para não se decepcionar depois.
7) Ajude nas tarefas da casa e, se puder, faça uma refeição para agradecer. Eu sempre faço isso e é muito legal.
8)Aproveite para conhecer mais da cultura do seu novo amigo. Converse muito e pergunte tudo o que você tiver dúvida! Você não imagina o quanto você vai aprender e que não está nos livros. Conhecer uma cultura de uma maneira prática e vivendo, é uma experiência muito positiva.

E tudo isto custa quanto? As pessoas te hospedam pelo prazer de conhecer alguém interessante de outro país. É tudo baseado na confiança mesmo. E funciona! Acreditem! Como você tem um perfil onde as pessoas podem deixar referências, a coisa é levada bem a sério. Ou seja, se você quiser se hospedar na casa de alguém, é importante verificar as referências daquela pessoa para ver se ela é confiável. Fica tudo bem à mostra no site e vais ser muito difícil acontecer algo ruim.

Para começar
 No começo vai ser meio difícil conseguir hospedagem, mas se você tiver persistência e opiniões positivas a respeito de você, a coisa vai ficar cada vez mais fácil. Embora seja tudo na base da confiança, as resenhas ajudam a saber mais sobre a pessoa em questão. O legal é que você terá oportunidades de conhecer lugares que só as pessoas que moram lá conhecem. E sair dos roteiros tipicamente turísticas é muito legal.As minhas experiências 
 Já fui hospedada por diversas pessoas. Umas a experiência foi muito bacana, outras neutra, mas nenhuma negativa. Algumas pessoas vão estar interessadas em te hospedar para poder trocar experiências mesmo, outras porque te achou bonitinha e quer sair com você. Vai ter de tudo e você vai ter que estar disposto a assumir os riscos.
No saldo total, digo que tive experiências muito mais positivas. Conheci diversos hábitos de culturas tão diferentes, conheci pessoas que tornaram-se meus amigos e me diverti muito. A troca de experiências é o ponto forte do CS.
Couchsurfing além da hospedagem 
O CS tem uma parte específica para os membros formarem grupos sobre diversos assuntos. Para quem está a fim de uma experiência além da hospedagem, existem eventos organizados por membros em todas as partes do mundo e do Brasil. Nesses eventos você vai poder conversar com pessoas e saber como é que funciona tudo isso de verdade.  

Posso dizer que viajei a Europa toda assim e só tive experiências positivas. E o melhor: fiz amigos para a vida inteira!


VIAGEM COM DESCONTO?

Nós temos diversos parceiros para te ajudar a viajar mais barato:
Booking.com

11 COMMENTS

  1. Oi, você fica mesmo na casa das pessoas? Alguém já veio aqui ficar na sua casa? Se for só para conhecer pessoas do lugar também serve? Ou é mal visto? Tenho certo receio de ir para a casa de alguém ou deixar alguém na minha casa, por ser mulher e morar sozinha…
    Quase me cadastrei esses dias, mas fiquei com medo.
    Obrigada.

  2. Olá Carol!
    Eu fico na casa das pessoas sim e neste blog eu tento sempre escrever dicas de coisas que eu realmente faço. Não fique com medo não, porque você quando se cadastra terá um perfil onde as pessoas poderão escrever resenhas sobe você, deixando tudo bem confiável.
    E não tem este de ser mal visto não. Você faz o que você quiser!
    Eu não recomendaria se fosse algo que eu não confiasse eu não acreditasse. Eu disse na matéria e continuo dizendo: o CS já faz parte da minha vida e eu não consigo viajar sem isto! Tente e depois me conte!

    Bjo!

  3. Vou fazer meu primeiro Couchsurfing em Moscou, estou ansiosa! Não conhecia o que era exatamente mas depois que me cadastrei e vi “N” possibilidades, me ancantei por todo o processo.
    Legal você dividir toda a sua experiência conosco! Também postei sobre o CouchSurfing no Ziga da Zuca. Na minha opinião é algo muito interessante a ser divulgado!

  4. Oi Tata,

    e vai ser uma experiência incrível. Tenho certeza! Você vai poder conhecer a Moscou dos russos, além daquela turística!

  5. Olá Deise.

    Importante divulgar também que em quase todas as capitais, Brasil e mundo, os membros do CouchSurfing promovem encontros periódicos, tanto regionais quanto nacionais, no intuito de promover a integração do grupo, trocar experiências, e dessa forma fica mais fácil os membros novos saberem como realmente funciona o projeto na prática, que vai muito além de hospedagem gratuita, para não errar na hora de fazer um couchrequest, e nem tentar tirar vantagem do próximo. Sua divulgação a meu ver é bem vinda mesmo que não tenha abrangido maiores detalhes.

  6. No geral, a meu ver é bem vinda a sua divulgação, mesmo que não tenha abrangido maiores detalhes a cerca do projeto.
    Acho importante divulgar que em quase todas as capitais, Brasil e mundo, os membros do CouchSurfing promovem encontros periódicos, tanto regionais quanto nacionais, no intuito de promover a integração do grupo, trocar experiências, e dessa forma fica mais fácil os membros novos saberem como realmente funciona o projeto na prática, que vai muito além de hospedagem gratuita, para não errar na hora de fazer um couchrequest, e nem tentar tirar vantagem do próximo. O verdadeiro espírito CS deve ser divulgado nos 4 cantos do mundo, salvo disposições contrárias ao que dispõe o projeto.

    Abs.

  7. Oi Deise!
    Muito legal vc escrever sobre o CS. Conheci “esse mundo” ano passado e logo fiquei apaixonado pelo sistema. Na minha última viagem utilizei muito o CS para consulta de informações sobre os lugares, via as comunidades das cidades que eu iria passar pela Colômbia, Equador e Peru. Já tive a experiencia de hospedar e de ser hospedado, sem dúvida a troca de cultura e informações é incrível. Outro ponto legal é de simplesmente sermos anfitrião dos viajantes na nossa cidade, isso para mim é um dos pontos mais fortes que devem ser difundidos no CS, visto que muitas pessoas não podem receber em suas casas pessoas em suas casas por N motivos. No entanto, o simples e grande ato de ser um “guia” para os viajante em sua cidade é uma atitude que possibilita uma nova visão do local para quem visita, pois ele começa a olhar o lugar com os olhos de quem mora ali. Eu uso e indico o CS, simplesmente SENSACIONAL!
    Parabéns pelo blog.

    Junior Gomes
    http://www.diariodemochileiro.com.br
    @diademochileiro
    http://www.facebook.com/diariodemochileiro

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here