Estava previsto para eu ficar em Budapeste somente 3 dias – como eu já havia dito antes, a minha passagem por Budapeste havia se dado mais por ela estar no meio do meu caminho até a Polônia do que por uma profunda vontade de se conhecer a cidade.
No meu primeiro dia em Budapeste, acordei e fui até o mercadinho mais próximo para comprar algo para o meu café da manhã. Aqui eu descobri que os preços dos alimentos é bem mais barato do que em Sampa. Fiquei feliz da vida e comprei um pão, geléia e um suco de laranja para o meu primeiro dia.
Neste dia conversei muito com o funcionário do albergue – um rapaz meio estranho mas muito gente boa. Ele gostava muito dos brasileiros e ficou muito feliz de eu estar lá. Sossegado, estava sempre fumando o seu cigarrinho do capeta…sossegado, sossegado.
Daí comecei a olhar o que fazer na cidade: descobri que o nome Budapeste vem da divisão da cidade em Buda e Pest. Ambas muito bonitas, mas Buda muito muito mais bonita.
Durante esta minha estadia, continuei a me comunicar com os brasileiros e até me encontrei com eles algumas vezes.
No albergue havia um americano que estava todo sozinho e eu – besta – fiquei com dó e convidei o rapaz para sair com a turminha brasileira. Nós fomos para uma balada onde as pessoas jogavam sinuca e dançavam de uma maneira tão bizarra que parecia que eles estavam zoando. Havia gente imitando o Michael Jackson e as pessoas aplaudiam!

Budapeste - primeiras impressões (continuação)

Daí o americano me disse uma pérola: “Poxa, eles dançam tão bem que estão me deixando com vergonha”. Pois é, ele também estava dançando de uma maneira bizarra e achando legal pra caramba. Eu juro que eu não conseguia parar de rir!
No lugar havia também um karaokê e nós entramos na fila para cantar “Land down under”…de tão brega foi legal. Daí eu percebi que na verdade as baladas de Budapeste pararam no tempo, e por isto mesmo é que eu me diverti horrores!
Depois de algumas noites, o funcionário do albergue até alugou “Cidade de Deus” para vermos. E na noite seguinte ele até fez um gulash! Bonzinho demais!Não preciso nem dizer que acabei ficando bem mais do que 3 dias e que não vejo a hora de voltar….

Mais sobre Budapeste? Então veja todos nossos posts!


VIAGEM COM DESCONTO?

Nós temos diversos parceiros para te ajudar a viajar mais barato:
Booking.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here