Tour Concha y Toro no Chile: como visitar

Degustação Concha y Toro

A vinícola da Concha y Toro não fica exatamente em Santiago, mas em Pirque – há cerca de 27km da capital. Para uma paulistana como eu, isso é praticamente no quintal de casa! Muito perto mesmo! 🙂

Para conseguir economizar uns trocados, resolvemos abolir a ideia de irmos em um grupo de excursão: eram muito mais caros e não é o tipo de passeio que gostamos de fazer. Como eu já havia reservado o passeio anteriormente, era só chegar no horário combinado.

O que fazer em Santiago-6

Pegamos o metrô até a estação Las Mercedes e uma van em direção à vinícola. No caminho conhecemos dois brasileiros muito queridos: a Kíssila e o Igor. Eles também estavam indo para o tour e também estavam meio perdidos. Perguntamos para o cobrador onde era a Concha y Toro e ele disse que iria nos avisar…mas não avisou! Ainda bem que o Igor foi perguntar novamente e o ponto já havia passado!

O que fazer em Santiago-7

Procurando hotel? Reserve aqui em parceria com a Booking.com!

Chegamos meio esbaforidos, e já tinha passado 10 minutos do nosso horário. Resolvemos então esperar o grupo do horário seguinte. E o lugar por si só já é muito lindo. Dá pra tirar fotos lindas do lugar.

O nosso guia era bem bacana e nos contou um pouco da história da empresa e nos levou para conhecer os diferentes tipos de uva: cabernet sauvignon, merlot, chardonnay… O nosso guia sabia que havia brasileiros no grupo, então sempre tentava falar algumas palavras em português.

Casillero del Diablo

O que fazer em Santiago-9

Tomamos a nossa primeira taça de vinho Casillero del Diablo. Logo em seguida, entramos na bodega para ouvir a lenda por trás do nome do tão conhecido vinho.Descemos as escadas e o guia apagou as luzes. Uma música macabra começa a tocar e uma voz ao fundo conta a história: o dono da bodega estava incomodado com o fato de que muitos tonéis estarem sumindo. Para resolver o problema, ele inventou uma história de que o diabo morava ali.  Depois disso, ninguém mais roubou nenhum vinho.

No final do tour, tomamos mais uma taça: dessa vez um Gran Reserva. O mais legal foi que a taça que bebemos os vinhos, nós ganhamos de presente. A parte ruim foi ter que carregá-lo até o final da viagem. 😉

Resultado

O tour é bacana, mas não é dos melhores que eu conheci. Como havíamos conhecido algumas bodegas em Mendoza, achei que a Concha y Toro era grande demais…eu prefiro lugares pequenos e com menos pessoas. Mesmo assim, vale o passeio, especialmente pelo visual. O espaço é lindo e foi muito bacana ter conhecido onde é feito um dos vinhos mais consumidos do mundo!

O Tour

Existem 3 tipos de tour na Concha y Toro:

  • o tradicional: que foi o que nós fizemos. Você vai dar uma volta pela propriedade, conhecer também a variedade de uvas que é plantada aqui, visita à bodega do Casillero del Diabo e degustação de 2 vinhos;
  • tour marques de casa concha:  com o mesmo tour tradicional + degustação de 4 taças com um sommelier da casa e harmonização com queijos finos;
  • experiência Don Melchor: com o mesmo tour tradicional + degustação de 4 taças de colheitas diferentes do vinho Don Melchor e harmonização com queijos, patê foie, ameixas, figos e taça Riedel de presente;

 

Como chegar:

  • Pegue o metrô em Santiago e desça na estação Las Mercedes (linha azul);
  • ao chegar,  pegue a saída que diz “Concha y Toro Ocidente”;
  • de lá, você pode pegar o Metrobus 73,80 ou 81 que vai te deixar na porta;
  •  leve moedas para pagar o ônibus;
  • o táxi vai custar cerca de $3.000 pesos até lá;
  • o trajeto vai demorar cerca de 1h20 min;

Informações:

  • reserve o tour com antecedência de pelo menos 24 horas no site da Concha y Toro. Os tours acontecem em espanhol ou inglês;
  • eles aceitam cartão de crédito como forma de pagamento;

Para saber mais

Mais dicas de Santiago? Então veja nosso Guia para Viajantes!

 

Curta e compartilhe

Tags from the story
, ,
More from Deise de Oliveira

Trabalho voluntário no exterior: San Francisco, EUA

Essa é a primeira de uma série de entrevistas que faremos aqui...
Read More

9 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *