Mont Saint-Michel, na França: minha maior loucura de viagem!

Mont Saint-Michel, na França: minha maior loucura de viagem!

Você tem um destino em especial que você gostaria muito de conhecer? Eu tenho vários, e um desses era justamente o Mont Saint-Michel, na costa da Normandia, na França, que se tornou a minha maior loucura de viagem. E como esse era um destino mais do que especial, resolvi esperar o Fabio me encontrar em Paris para irmos juntos para lá.

Mont Saint-Michel, na França: minha maior loucura de viagem!

Como inicialmente ele chegaria em Paris pela manhã – pelo menos era o que planejávamos – estaria tudo perfeito: alugaríamos um carro e iríamos para lá sem pressa. No dia seguinte, voltaríamos para Paris e pegaríamos nosso avião para Veneza. Seria tudo perfeito se ele chegasse de manhã, mas quando fomos comprar as passagens, o voo da TAM que chegava em Paris à tarde estava muito mais barato. Teríamos que fazer um super bate e volta só para ver o monte.

Mais sugestões de hotéis na França? Reserve aqui em parceria com a Booking.com

Mont Saint-Michel-5

E eis que começa a nossa corrida contra o tempo: nós pegamos o nosso carro alugado no aeroporto CDG (Paris) às 17h e fomos em direção à rodovia A13, mas a entrada estava fechada para obras! O GPS estava completamente maluco e ficava mandando a gente voltar para o mesmo lugar, mas a entrada estava FECHADA!

O trajeto de Paris (CDG) até o Mont-Saint-Michel de carro: como foi

O tempo começou a passar e eu estava quase desistindo, até que o Fabio foi o melhor companheiro de aventuras: ele fez questão de que fôssemos de qualquer maneira. Nem que fosse para chegar à noite. Continuei dirigindo meio sem saber a direção, até que encontramos uma outra entrada para a rodovia ABERTA! Que felicidade que sentimos!

Procurando hotel? Reserve aqui em parceria com a Booking.com!

A estrada parecia um tapete de tão lisinha e a velocidade máxima era de 130 km/h. Como é gostoso dirigir por aqui! Depois de quase 400 km de estrada, chegamos no Mont Saint Michel no final do por do sol (sorte nossa que era verão e o sol se põe por volta das 22h). A segunda sorte foi o fato de que durante o verão é possível pegar um ônibus até 1 da madrugada. A terceira sorte foi que depois das 19h o estacionamento era grátis!

Mont Saint-Michel-3

No final das contas, achei que valeu bastante a pena conhecer o Monte de noite. Para quem estiver na dúvida de visitar de dia ou de noite, acho que as duas coisas valem. O visual é impressionante de qualquer maneira!

A história

Querem saber um pouco mais sobre o lugar? Bem, o Mont Saint-Michel é uma ilhota localizada na região da Normandia, na costa oeste da França. O lugar tem uma posição bastante estratégica e desde os anos AC já tinha a sua importância. Há também  um monastério (com uma abadia do século XII) e uma pequena vila aqui.

Mont Saint-Michel-4

A estrutura era bem óbvia: no topo está o monastério (Deus) e abaixo a população. Dependendo da maré, o monte virava uma ilha, fazendo com que muitos visitantes perdessem seus carros estacionados próximos ao monte (procure no Youtube vídeos de carros sendo arrastados). Hoje em dia, a região virou um canteiro de obras: para chegar lá é obrigatório deixar o carro em um estacionamento cerca de 2.5 km do monte, e de lá há um ônibus gratuito que te deixa bem pertinho. O governo francês vem investindo bilhões de euros com o objetivo de fazer com que o monte volte a ser uma ilha na maré alta.

Mont Saint-Michel-6

 

Desde 1979 ele está incluído na lista de Patrimônio Mundial da UNESCO e é o segundo monumento mais visitado na França (depois de Paris). E não é por menos! O lugar é deslumbrante e até parecia que estávamos entrando em um mundo paralelo. As vilinhas são tão bonitas e conservadas que até parecíamos que estávamos em um filme, ou um desenho do Asterix.

Agora, não se engane ao pensar que se você for de noite, terá o monte só para você. Eu fiquei impressionada ao ver a quantidade de pessoas que visitam este lugar. Imagino que de dia deva ser infinitamente pior, pois é quando as vans de turismo fazem os seus passeios.

 


Exibir mapa ampliado

Saímos de lá e fomos direto para Caen, a cidade que escolhemos para dormir em nosso caminho de volta para Paris. Pois é, em menos de 24 horas, viajamos 800 km. Se valeu a pena? Faria tudo de novo! Mas tenho que confessar que ter um parceiro que me incentiva, foi fundamental. Obrigada, Fabio!

E você? Qual foi sua maior loucura de viagem?

Informações

  • Local: o Mont Saint-Michel fica a cerca de 400km de Paris, no sentido de Rouen e Caen.
  • Custo: são diversos pedágios ao longo do caminho, contabilizando cerca de 15 euros (só ida).
  • Como chegar: é possível ir de trem até Rennes e de lá pegar um ônibus. Como tínhamos pouco tempo, escolhemos alugar um carro. A viagem durou cerca de 3.5 horas.
  • Preço: o estacionamento custa 12 euros (pelo período de 24 horas), 4 euros entre às 19h e 11h30 e é grátis entre às 19h e 2h. Para checar se os preços continuam os mesmos clique aqui: http://www.bienvenueaumontsaintmichel.com/site/en/services-and-prices/prices
  • Shuttle: o ônibus que que sai do estacionamento para o monte é grátis e passa com bastante frequência.
  • Hotel: nossa escolha foi dormir em Caen, mas muitos também dormem em Rennes, ou Rouen. Reserve conosco em parceria com a Booking.com!
  • Para quem quiser, também é possível se hospedar dentro do Monte! Ah! E há diversos restaurantes também!
  • Aluguel de carros: Faça a sua reserva conosco em parceria com a Rentalcars!

Tags from the story
, , ,
More from Deise de Oliveira

A Mesquita de Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu é uma das cidades mais multiculturais do Brasil e...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *