Constitution Hill em Joanesburgo

África Constitution Hill em Joanesburgo

O Constitution Hill (ou Morro da Constituição) em Joanesburgo é um dos lugares que devem estar em seu roteiro pela cidade se a sua intenção é entender um pouco mais sobre a história do Apartheid no país. Ele não é tão conhecido como o Museu do Apartheid, mas também tem a sua importância.

Constitution Hill em Joanesburgo

Antes desse espaço se tornar uma prisão, ele já foi um forte com o intuito de proteger a República da África do Sul (que foi um país independente localizado no sul da África e que hoje faz parte do que conhecemos como África do Sul) de uma invasão britânica.

Como tudo começou

Logo depois da guerra Anglo-Boer (que se deu entre descendentes de holandeses e britânicos) e a vitória dos ingleses, o local começou aos poucos a ser usado como prisão. Aqui foram alocadas pessoas que eram contra o apartheid, ativistas políticos (até o Gandi ficou preso aqui) e também aquelas que, de alguma forma, não seguiam as regras impostas, bem, isso na teoria.

Quem eram os prisioneiros?

Os prisioneiros políticos eram alojados aqui até o julgamento e, depois, eram enviados para Robben Island ou Pretória. Muitas mulheres negras foram presas por produzirem cerveja – que era ilegal para os negros – ou até mesmo por ter relações com homens brancos.

Embora houvesse prisioneiros brancos, negros ou colored, (aqueles que eram descendentes de povos da Ásia, como Malásia e Índia) homens e mulheres, e que cometeram (ou não) diferentes crimes, a ração diária de cada uma dessas pessoas dependia da raça a qual elas pertenciam. Você já deve estar imaginando qual deles recebia mais comida e com mais variedade…sim, o branco.

A Seção 4 ficou famosa por ser o local onde os prisioneiros negros eram levados por terem cometido “crimes” como não andarem com a sua documentação. As salas possuíam apenas uma pequena abertura e nenhuma higiene.

Obviamente, dentro do próprio sistema carcerário havia hierarquias: os chefes da cela recebiam alguns pequenos privilégios, como um sofá feito com os cobertores de todos os outros presos para “relaxar” durante o dia. Nelson Mandela costumava dizer que ninguém conhece realmente uma nação sem conhecer suas prisões…

A prisão foi desativada apenas em 1987 e foi reaberta como museu em 2004. Hoje em dia, ali há também o Tribunal Constitucional da África do Sul, onde alguns casos especiais são julgados.

Informações

Passe: As visitas são guiadas e há durações variadas (de 1 a 3 horas). O tour mais popular, com apenas os pontos mais importantes, é de 1h e custa 65 rands por pessoa. 

Como chegar: uma opção é usar o ônibus vermelho de dois andares.

Sitehttps://www.constitutionhill.org.za/

*Agradecimentos a South African Airways, South African Tourism e Gondwana Game Reserve por mais uma viagem linda pela África do Sul

Booking.com
Deise de Oliveirahttps://www.viagempelomundo.com/
Doutora em Literatura russa, viajante compulsiva e fotógrafa de cães no Spitz Fotografia Pet. Criadora do Viagem pelo Mundo, já estudou em Moscou e morou na França. Adora mergulhar, fazer agility com o Wurst (seu spitz alemão) e uma cervejinha com os amigos. Siga-a nas redes sociais: Facebook Twitter

Related Stories

Booking.com
15,497FansLike
18,921FollowersFollow
23,553FollowersFollow

Mais populares

Mapa do rodízio em São Paulo e como evitar...

Uma coisa que não só os moradores de São Paulo devem saber, mas também...

Como chegar em Morro de São Paulo saindo de...

Para quem está com vontade de fazer um passeio em Morro de São Paulo...

Remédios para enjoo: leve em sua viagem!

Se você é assim como eu, enjoa só de olhar o mar, o ideal...

Viagem com cachorro para os EUA (na cabine)

Resolvi escrever esse post depois de encontrar informações bastante divergentes sobre viagem com cachorro...

Como chegar perto do letreiro de Hollywood?

Muitas das pessoas que viajam a Los Angeles desejam tirar fotos do famoso letreiro...

O que fazer em Florença, Itália: roteiro de 3...

Viajar a Florença (ou Fierenze) na Itália é o seu sonho? Então aproveite as...

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui