Catedral de São Basílio em Moscou, Rússia

Moscou Catedral de São Basílio em Moscou, Rússia

A Catedral de São Basílio é provavelmente o monumento mais icônico da Rússia. Quando você pensa na Rússia, o que você imagina? Provavelmente essa catedral é uma dessas coisas, junto com a vodka e a neve. 😛

Não existe outra catedral do mundo tão colorida quanto essa (mesmo a catedral de São Petersburgo não tem a variedade de cores que vemos nessa aqui). Ao caminhar pela Praça Vermelha, é impossível não ter os olhos imediatamente levados em direção a ela. E é justamente na frente dela que você verá muitas pessoas fazendo selfies para dizer que estão na Rússia. Tem uma amiga minha que a chama de “Casa do João e Maria”…ela diz que parece uma casa de doces. rs E o pior é que parece mesmo.

Seu nome em russo é Собор Василия Блаженного, que significa Catedral do Vassili, o abençoado. Desde 1929, o espaço virou um museu e está aberto para visitas. À pedido do czar Ivan, o Terrível, ela foi construída entre os anos 1555–61 em comemoração à conquista de Kazan.

Quando vemos de fora, pensamos que o prédio “é uma coisa só”, mas cada uma das torres maiores tem uma capela. Cada uma delas também foi criada em comemoração à tomada de Kazan. Existe uma lenda que diz que o czar Ivan, o Terrível cegou o seus arquitetos, Barma e Postnik,  para que nunca mais conseguissem fazer uma construção do tipo, mas tudo não passa de mais uma lenda. Esses mesmos arquitetos fizerm um anexo da catedral quatro anos depois, quando o czar já estava morto.  Todas as torres são uma analogia, como se fosse o fogo subindo ao céu.

O São Basílio, que deu o nome à catedral, era considerado um tolo, pois se humilhava intencionalmente e andava nu dizendo os preceitos de Deus. Por ele ser conhecido como milagroso (ele até previu um incêndio que devastou Moscou em 1547), até o czar Ivan, o Terrível tinha medo dele.

Aparentemente, a inicialmente a catedral era toda branca, para combinar com o Kremlin. As cores famosas que conhecemos apareceram apenas no século XVII, e são uma referência à Bíblia. Depois, durante o Stalinismo, o prédio quase foi demolido, pois ter um símbolo da igreja na Praça Vermelha não era algo que estivesse nos planos de Stálin. Por sorte, a catedral foi poupada.

Desde 1990 o espaço faz parte do Patrimônio Mundial da Unesco.

Informações

Endereço: Praça Vermelha

Horário: de novembro a abril das 8h as 17h e de maio a outubro até as 18h.

Preço: 300 rublos inteira e 100 para estudantes.

Booking.com
Deise de Oliveirahttps://www.viagempelomundo.com/
Doutora em Literatura russa, viajante compulsiva e fotógrafa de cães no Spitz Fotografia Pet. Criadora do Viagem pelo Mundo, já estudou em Moscou e morou na França. Adora mergulhar, fazer agility com o Wurst (seu spitz alemão) e uma cervejinha com os amigos. Siga-a nas redes sociais: Facebook Twitter

Related Stories

Booking.com
15,495FansLike
18,956FollowersFollow
23,595FollowersFollow

Mais populares

Mapa do rodízio em São Paulo e como evitar...

Uma coisa que não só os moradores de São Paulo devem saber, mas também...

Como chegar em Morro de São Paulo saindo de...

Para quem está com vontade de fazer um passeio em Morro de São Paulo...

Remédios para enjoo: leve em sua viagem!

Se você é assim como eu, enjoa só de olhar o mar, o ideal...

Viagem com cachorro para os EUA (na cabine)

Resolvi escrever esse post depois de encontrar informações bastante divergentes sobre viagem com cachorro...

Como chegar perto do letreiro de Hollywood?

Muitas das pessoas que viajam a Los Angeles desejam tirar fotos do famoso letreiro...

O que fazer em Florença, Itália: roteiro de 3...

Viajar a Florença (ou Fierenze) na Itália é o seu sonho? Então aproveite as...

Comments

  1. A Russia tem tudo para encantar a todos nesse ano de 2018, principalmente pelo fato de que estará sobre os holofotes devido a copa!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui