I Amsterdam City Pass: vale a pena?

Início Amsterdam I Amsterdam City Pass: vale a pena?

Se você segue o Viagem pelo Mundo por um tempo, sabe que nós gostamos de economizar: vamos combinar que dinheiro não está sobrando pra ninguém, né?

- Publicidade -

Então, uma maneira muito eficaz de economizar dinheiro e também tempo (que, consequentemente também é dinheiro) é comprando esses passes de cada cidade.

Para quem o I Amsterdam City Pass é recomendado?

Primeiramente, é preciso fazer contas mesmo e ver se esse passe é a melhor opção para você. Se você não pretende visitar museus, provavelmente essa não é uma boa opção. Agora, se a sua ideia é conhecer os museus da cidade, usar o transporte público e fazer um passeio pelo canal, essa é a a sua melhor escolha.

Como funciona o I Amsterdam City Pass?

O I Amsterdam City Pass, assim como muitos outros em outras cidades, possui valores diferentes de acordo com a quantidade de horas: 24 horas, 48 horas, 72 horas, 96 horas e 120 horas ( ou seja: de 1 a 5 dias).

- Publicidade -

Você pode comprar o seu passe online, assim não precisará se preocupar com nada. Aí, chegando em Amsterdam, é só levar o seu recibo impresso ou no celular e trocá-lo pelo passe físico. Você pode fazer isso tanto no posto do I Amsterdam que fica dentro da estação de trem central de Amsterdam ou até mesmo em uma das atrações do passe.

Quer saber quais são os locais de venda e retirada do passe I Amsterdam? Veja esse link aqui.

O que está incluído no I Amsterdam City Pass?

Estão incluídas viagens ilimitadas de transporte público na região de Amsterdam, além de 1 passeio de canal e cerca de 65 museus e atrações. É muita coisa mesmo! Há também descontos em restaurantes e em algumas outras atrações.

Algumas coisas importantes

  • O Museu Anne Frank não está incluído: você terá que reservar separadamente.
  • Para visitar o Museu Van Gogh e o Rijksmuseum, você terá que reservar separadamente a sua entrada mesmo com o passe: e é preciso correr, poi quase nunca há vagas de um dia para o outro.
  • O Passe começa a funcionar a partir do momento em que você o valida, seja em um museu ou em um bonde.

Então, o I Amsterdam City Pass vale a pena?

A resposta é: depende. Se você for visitar os museus mais famosos, fazer o passeio de canal e ainda usar o transporte público, vale a pena sim. Agora, se a sua intenção é mais andar de bike e curtir os coffee shops, não vale não. Além disso, há a questão de que nos dois maiores museus da cidade é necessário fazer uma reserva com antecedência mesmo com o passe, o que acaba não resolvendo o nosso problema de evitar filar e frustrações.

Por isso, se a sua ideia é conhecer o máximo possível de coisas pela cidade, eu super recomendo!

Agradecemos o Turismo de Amsterdam por nos ceder o I Amsterdam Pass para a nossa viagem.

Booking.com
Deise de Oliveirahttp://www.viagempelomundo.com/
Doutora em Literatura russa, viajante compulsiva e fotógrafa de cães no Spitz Fotografia Pet. Criadora do Viagem pelo Mundo, já estudou em Moscou e morou na França. Adora mergulhar, fazer agility com o Wurst (seu spitz alemão) e uma cervejinha com os amigos. Siga-a nas redes sociais: Facebook Twitter

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Booking.com
VIAGEMPELOMUNDO5
- Publicidade -