Navy Pier em Chicago: o ponto de partida de nossa viagem

Início Chicago Navy Pier em Chicago: o ponto de partida de nossa viagem

O Navy Pier em Chicago é o ponto de partida de muita gente que viaja a Chicago pela primeira vez, como foi o nosso caso.

- Publicidade -

Era o nosso primeiro dia na cidade, estávamos bem cansados, estava um frio fora do comum para a época e tínhamos o nosso peludinho conosco, então decidimos começar com os passeios externos antes de nos aventurarmos por museus.

Para começar a ter uma visão mais global da cidade, fizemos o Tour de Arquitetura da SeaDog Cruises, que é um cruzeiro pet-friendly, e depois resolvemos dar uma volta pelo Píer enquanto não congelávamos.

Chicago: não tão pet-friendly

Embora os EUA seja bem mais pet-friendly do que muitas partes do Brasil, percebemos que Chicago não é tão pet-friendly asssim. Tivemos dificuldades em entrar nos lugares com o Wurst, pois eles só aceitam cães de assistência e tivemos muitas vezes que colocá-lo em sua mochila para poder comer no Pier, por exemplo. É curioso que quanto mais em direção à Califórnia a gente ia, mais pet-friendly as cidades iam ficando.

- Publicidade -

Embora eu já tivesse ouvido falar de que Chicago fosse uma cidade muito bacana, eu não era tão interessada em ir para lá quanto o Fabio. Por ser arquiteto, ele já tinha lido e ouvido falar de muitas coisas sobre lá, então acabamos priorizando os passeios que ele queria fazer enquanto eu cuidava do Wurst…uma mão lava a outra, né?

História do Navy Pier de Chicago

O Navy Pier foi originalmente construído em 1914 e já era o maior do mundo naquela época. Além de ser utilizado para embarcações, ele também tinha a função de entreter a população nos dias quentes de verão.

Durante 1942 e 1945, treinamentos de pilotos e da marinha aconteciam por ali, tanto é que há diversos aviões no fundo do lago devido a acidentes.

Em 2014 se inicia a reconstrução do Pier como a gente conhece hoje com um projeto do arquiteto James Corner e em 2016 chegou a roda gigante.

Navy Pier em Chicago: o que fazer

Embora Chicago seja uma cidade bem fria, eu tive a impressão de que o Navy Pier foi realmente pensado para ser amplamente utilizado em climas mais amenos. No frio que estava fazendo, não dava vontade de ficar do lado de fora, não mesmo, especialmente com o vento congelante. Há espaços fechados, restaurantes e uma praça de alimentação cobertas e foi lá onde a gente foi se abrigar.

Roda gigante

Do lado de fora lá uma roda gigante, que te dará uma visão de 360 graus da cidade. Se você quiser visitar apenas um lugar no Navy Pier, talvez essa seja a melhor opção.

Quanto custa: 18 dólares. Compre o seu ingresso antecipado aqui.

Cruzeiro de arquitetura

O Cruzeiro de Arquitetura também é uma ótima opção de passeio no Navy Pier em Chicago, pois te dará não só uma ideia da história da cidade mas também uma visão geográfica. É bem legal!

Compre seu ingresso para o cruzeiro de arquitetura aqui.

Cruzeiro com jantar

Outra opção é ter um jantar no pôr do sol, à bordo do Spirit of Chicago com um buffet à vontade e DJ. A duração é de 2h30 e não inclui bebidas ou gorjetas.

Compre o seu ingresso aqui.

Como chegar no Navy Pier em Chicago

A melhor opção é usar o transporte público. Pegue o ônibus #124 ou #29 saindo da Millenium Station. É só descer onde um monte de gente vai descer…rs…não tem erro.

Booking.com
Deise de Oliveirahttp://www.viagempelomundo.com/
Doutora em Literatura russa, viajante compulsiva e fotógrafa de cães no Spitz Fotografia Pet. Criadora do Viagem pelo Mundo, já estudou em Moscou e morou na França. Adora mergulhar, fazer agility com o Wurst (seu spitz alemão) e uma cervejinha com os amigos. Siga-a nas redes sociais: Facebook Twitter

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Booking.com
VIAGEMPELOMUNDO5
- Publicidade -