Auvers-Sur-Oise (França) e Van Gogh: como chegar

Auvers-Sur-Oise (França) e Van Gogh: como chegar

Auvers-Sur-Oise é uma cidadezinha perto de Paris e muito conhecida por ter abrigado um morador ilustre: o pintor Vincent Van Gogh.

Depois de ter saído de Arles e deixado uma clínica psiquiátrica em St. Rémy de Provence (falaremos deste lugar em outro post), Van Gogh se muda  para ficar mais perto de seu irmão Theo e de seu médico, Paul Gachet. Gachet, por sua vez, já havia tratado diversos outros artistas e era um aspirante a pintor. Sobre ele, Van Gogh diz: “… ele é mais doente do que eu sou, ou tanto quanto“. Talvez por ser uma figura tão enigmática e melancólica, Van Gogh pintou alguns quadros sobre ele, incluindo o célebre “Retrato do Dr. Gachet”.

Auvers-Sur-Oise (França) e Van Gogh: como chegar

Auvers-Sur-Oise (França) e Van Gogh: como chegar

Ao se mudar para a cidade, Vincent escolhe o lugar mais barato que encontrou, o  Alberge RavouxHoje em dia, o lugar se tornou um café/museu, onde é possível entrar (mas não fotografar) o quarto onde o pintor morou.

 

SEGURO VIAGEM COM DESCONTO?

Vai viajar? Não se esqueça de fazer o seu Seguro Viagem, pois ele além de ser um item indispensável para quem não quer gastar uma fortuna com imprevistos, é obrigatório para viagens para a Europa, por exemplo. Faça sua cotação e parcele em até 9X no cartão ou pague no boleto. Use o CUPOM VIAGEMPELOMUNDO5 para ter 5% de desconto!

Embora ele tenha morado na cidade por apenas 2 meses (de maio a julho de 1890), foi aqui que ele pintou cerca de 70 telas (e muitas delas bastante famosas). Além disso, foi aqui nesta cidade que ele se matou e também que o corpo está enterrado. Só para vocês terem uma ideia: “Campo de Trigo sob o céu nublado”, “Retrato do Dr. Gachet”, “A Igreja de Auvers” e “Jardim de Daubigny” foram alguns dos quadros pintados aqui.

Auvers-Sur-Oise (França) e Van Gogh: como chegar

Seguindo os passos de Van Gogh

Para aqueles que estão de viagem marcada para Paris e gostariam de fazer algo diferente, recomendo uma visita a Auvers-Sur-Oise com direito ao roteiro Van Gogh. Situada a apenas 30km de Paris, é uma ótima opção de bate-volta. Ao sair da estação de trem, é só virar para a esquerda.

O legal é que assim como em Arles (onde nós também seguimos os passos de Van Gogh) nos lugares onde Van Gogh pintou suas telas há um tablado com o quadro em questão. É bem legal, pois assim você sabe exatamente qual quadro foi pintado em qual lugar.

Auvers-Sur-Oise (França) e Van Gogh: como chegar

Ao começar a sua caminhada, logo você irá encontrar a prefeitura (Mairie) da cidade. Aproveite e tire fotos, pois Van Gogh pintou um dos quadros dele aqui. Na época em que estive lá, havia até as bandeirinhas…tão lindo!

Auvers-Sur-Oise (França) e Van Gogh: como chegar

Atravesse a rua e vá em direção ao Auberge Ravoux. Depois pegue a rua do lado esquerdo do albergue para conseguir entrar no museu. Vá sem pressa, pois vale a pena assistir ao vídeo que eles mostram.

 

Depois, siga pela rua de trás do museu (há placas pelo caminho) até a igreja. Ela anda está muito parecida com a pintura!

Auvers-Sur-Oise (França) e Van Gogh: como chegar

Caminhe mais um pouco e vá até o campo de trigo. Eu não consigo nem descrever a emoção que eu senti ao estar nesse lugar. Era um silêncio, uma paz….

Auvers-Sur-Oise (França) e Van Gogh: como chegar

Do outro lado da rua está o cemitério onde Van Gogh foi enterrado. Apenas 6 meses depois de ele ter morrido, seu irmão Theo morre de uma combinação letal de sífilis com uma tristeza profunda pela morte de Vincent. Embora Theo não tivesse morrido em Auvers, ele foi transferido para cá, para descansar ao lado de seu irmão. Recomendo para quem estiver interessado na vida de Van Gogh e sua relação com o irmão, o livro Cartas a Theo.

Auvers-Sur-Oise (França) e Van Gogh: como chegar

 

Depois de tanto caminhar, eu já estava faminta! Para almoçar, eu escolhi o Café de la Paix, na aveniva principal. O “plat du jour” (o prato do dia) tinha um preço bem justo: 10 euros (entrada, prato principal e sobremesa).

Informações

Como chegar:

  • De carro: pegue a rodovia A15 em direção a Cergy-Pontoise, e então a A115 para Beauvais-Amiens. Saia em Méry/Auvers-sur-Oise.
  • De trem (RER): saia da Gare du Nord ou da Gare St-Lazare, em Paris, pegue a linha em direção a Pontoise. Lá, troque para a linha Persan-Beaumont e desça na estação de Auvers-sur-Oise.

Museu Maison de Van Gogh

  • Horário: de março a outubro, das 10h às 18h (está fechado às segundas e terças).
  • Preço: 6 euros

* Obrigada a Rail Europe por ter nos cedido o Global Pass para as nossas viagens de trem.

Receba promoções e novidades em seu email!
Assine

Booking.com

VIAGEM COM DESCONTO?

Nós temos diversos parceiros para te ajudar a viajar mais barato:

10 COMENTÁRIOS

  1. Deise bom dia! eu e meu esposo vamos para Barcelona em abril, com carro alugado. vamos conhecer os arredores e depois vamos conhecendo até Santiago de Compostela onde entregamos o carro e vamos peregrinar desde a França. Me dê umas dicas seguindo este roteiro e ainda como sigo de Santiago até Saint Jean de Pier de POrt (França) onde inicio o Caminho Françes. Obrigado.Enilda

  2. Olá Deise,
    Agora em abril estou indo pra Paris e gostaria de fazer um bate volta pra Giverny e Auvers no mesmo dia de trem, voce acha razoável ou ficaria muito corrido?
    Tem alguma dica?
    Aguardo resposta, obrigada.

    • Oi Ana, tudo bem?

      Acredito que fica muito apertado fazer os dois no mesmo dia. Os trens que vão para os dois lugares não passam com tanta frequência e podem atrasar. É difícil, mas escolha um deles. Depois nos conte como foi!
      Boa viagem!

  3. Olá Deise, tudo bem?
    Em outubro próximo vamos a Paris e nos hospedaremos no 12eme, bem próximo à estação Michel Bizot (linha 8) e Daumesnil (linha 6) do metrô. Qual seria o melhor itinerário para irmos a Auvers-sur-Oise?
    No aguardo da sua resposta, agradeço sua atenção.

  4. Bom dia – por favor, para uma viagem ida e volta, 1 dia para Auvers-sur-Oise, não é possível ir de ônibus, direto. Caso positivo, você tem mais indicações? Obrigado e um abraço. Edivaldo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here