Dicas para viajar para Cuba

Cuba

Acabei de voltar da terra de Fidel e acho que este post seria de utilidade pública! Sim, Cuba é uma ilhazinha cheia de contrastes e de pegadinhas para os turistas despreparados.

Dicas para viajar para Cuba

1. Não confie na organização dos seus pacotes de turismo. Mesmo eles sendo brasileiros, eles têm um acordo com a Cubatur, que é bem desorganizada. É necessário ligar para a Cubatur para confirmar todos os voos e shuttles que você terá que fazer para evitar dor de cabeça. Mesmo! Experiência própria.

2. Você até pode visitar Cuba sem pacote, mas se prepare para ter mais dor de cabeça ainda. Tudo é muito difícil de se reservar do Brasil e no final das contas o preço sai praticamente o mesmo.

3. Desista de pegar ônibus em Havana – só se você quiser imaginar como uma sardinha se sente em uma lata. Prefira o táxi, que custa em torno de 10 doletas.

4. NÃO compre nada que não for regulamentado pelo governo. O barato pode sair caro – especialmente charutos. Você poderá comprar gato por lebre.

5. Não espere pontualidade por lá. Se um voo doméstico está supostamente previsto para sair às 16h, você não sairá de lá com pelo menos meia hora de atraso.

6. Aproveite este país lindo e onde as pessoas são tão acolhedoras. Os cubanos que trabalham nas redes hoteleiras e órgãos ligados ao turismo falam fluentemente o espanhol, inglês, francês e italiano – e há alguns que falam até o russo!Impressionante!

7. Leve euros ao invés de doletas. O câmbio é melhor e você não perderá tanto dinheiro na conversão para CUC – a moeda dos entrangeiros.

8. Experimente comer nas casas-restaurantes, chamadas de paladares. Elas são muito mais baratas e saborosas. Um prato de lagosta para duas pessoas com salada e arroz com gris – o nosso arroz com feijão – custa em torno de 20 doletas.

9. Se você for mulher e solteira, se prepare para as cantadas. Os cubanos não perdem tempo e às vezes o melhor a fazer é dizer que você tem um namorado – mesmo que isto seja mentira.rsrs

10. A média de salário por lá é de 15 dólares então, sempre que puder dê uma gorjetinha para os hermanos. Eles vão agradecer de bom coração.
11. Aproveite as redes hoteleiras das cidades litorâneas – geralmente o sistema é all inclusive, barato e de super qualidade
12. Visite uma balada de salsa em Havana – mas não fique assustado com a quantidade de prostitutas se oferecendo para os homens. Aqui é tudo normal. Se você estiver interessado, o preço médio é de 80 CUC – 80 doletas – mais a comissão da casa
13. Evite usar o cartão de crédito, já que para os gringos é adicionado uma taxa de 11%
14. Tome a vacina de febre amarela com pelo menos 10 dias de antecedência

Você já foi para Cuba? Tem alguma outra dica para compartilhar?


More from Deise de Oliveira

Bariloche – Argentina

Confesso que eu não sou muito fã do público de lugares do...
Read More

7 Comments

  • Olá Deise!
    Seus posts sobre Havana são ótimos!
    Você conhece algum brasileiro que mora em Havana?
    Obrigada
    Joyce

  • Muito bacana suas informações!
    Você conhece alguma agencia de viagem em Sao Paulo que trabalha com essa viagem?
    Obrigada.

    • Todas as agências de São Paulo que fazem esse passeio para Cuba, são de alguma forma ligadas à Cubatur (agência estatal de turismo do país), entãom vale pesquisar preços e as condições de cada agência. Infelizmente, não tenho um nome específico para te passar. Abs,

      Deise

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *