Trilha do Atalaia – Noronha


Se eu pudesse dar apenas uma dica para quem vai para Noronha, seria: reserve o passeio da Trilha do Atalaia o quanto antes! Por que? Simplesmente porque o número de pessoas que é permitido entrar na praia do Atalaia é limitadíssimo, por ser uma parte de reserva ecológica e por ter um ecossistema frágil. Eles nem permitem que você passe protetor solar, pois o óleo pode matar os corais.

Dizem que essa praia é uma das melhores para se fazer snorkell, mas como eu tive um grande azar de ter um swell na ilha, o mar estava revolto e ninguém pode entrar na água. Uma pena, mas ainda bem que eu tive a oportunidade de estar aqui, mesmo com o mar revolto!
Para quem tiver dúvidas quanto a trilha, há 2 tipos: a Trilha do Atalaia longa e a curta. Eu fiz a longa e não me arrependi. Precisa de ter bastante resistência? Precisa, mas foi um dos passeios mais bacanas que eu fiz!

Então, para começar a caminhada, fui até o local onde marca o início da trilha até a praia do Atalaia. A caminhada até a praia é de mais ou menos 30 minutos e é bem fácil de se fazer. Se você estiver com crianças ou pessoas de idade avançada, acredito que fazer essa caminhada não vai ser muito problema.

Como a trilha é bastante puxada (de 4 a 5 horas de caminhada), você terá que assinar um termo de responsabilidade, dizendo que se você sofrer algum acidente, a culpa é totalmente sua. Brincadeira, mas o termo de responsabilidade existe mesmo!

Ah, o passeio não pode ser feito sozinho e é necessário um guia cadastrado pelo IBAMA, e o valor do passeio é por volta de 55 reais. Se você puder escolher, escolha um dia em que o tempo não esteja tão quente, pois não é nada fácil andar por entre pedras soltas, falésias e muito vento!

SEMPRE ande junto do grupo e não fique na água tempo demais. Quando o instrutor pedir para você sair, saia! O tempo em cada lugar é calculado e você não vai querer complicar a vida de todo mundo, vai? O tempo médio de snorkel nas piscinas é por volta de 20 minutos e nada mais. Não insista!

Depois do Atalaia, a caminhada é até a Pontinha, onde você terá uma visão incrível do mar e da ilha. Rochedos enormes, e falésias gigantescas que vão fazer você querer parar toda hora para tirar foto, mas o grupo vai começar a andar e te deixar para trás. Seja breve!

Ah, como a vegetação original da ilha foi devastada para se pode ver onde os presos fugidos estavam, durante a trilha você não vai encontrar muitas árvores. O que vai ter de sobre são cactus e xique-xique de montão. Por isso eu digo mais uma vez que vale a pena fazer a trilha em um dia em que não esteja tão quente!

Nos mergulhos de snokel que eu fiz durante a trilha eu pude ver bem de perto tubarões, polvo, peixes de todos os tipos, tamanhos e cores, moreias e caranguejos. Tudo muito lindo e sem muitas complicações de serem vistos: é só tentar nadar perto dos corais que você vai ver um montão de coisa. Só tome cuidado para não quebrar os corais com as nadadeiras ou algo do tipo!


Booking.com

Ajude-nos a manter o site com conteúdo sempre gratuito!

Quando você faz uma reserva com um dos nossos links afiliados, você nos ajuda a viajar mais. E o melhor: você não paga nada mais por isso! Obrigada pela força! :)

Tags from the story
More from Deise de Oliveira

Como chegar em Alcatraz – São Francisco

A ilha de Alcatraz fica na baía de São Francisco e fica...
Read More

5 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *