Stratford-upon-Avon: seguindo os passos de Shakespeare

Stratford-upon-Avon: seguindo os passos de Shakespeare

Embora Stratford-upon-Avon seja uma cidade muito gracinha, eu fui para lá foi para ver de perto a casa onde o Shakespeare nasceu e saber mais um pouquinho sobre ele. Shakespeare foi o meu escritor preferido na adolescência e visitar a cidade em que ele nasceu foi um sonho realizado!

Stratford-upon-Avon: seguindo os passos de Shakespeare

Cheguei na pequena rodoviária da cidade e fui direto em direção ao centro. Logo ao chegar lá, eu já dei de cara com uma praça muito bem decorada e com um monumento em homenagem a quem? Vamos ver se vocês adivinham…sim! Ele mesmo!
Stratford-upon-Avon e Shakespeare

No centro está o próprio Shakespeare e em volta dele quatro estátuas de seus principais personagens. O único problema é que aqui fica muito cheio e você terá que ter um pouco de paciência para tirar fotos sem ter muita gente atrapalhando a visão.

Stratford-upon-Avon e Shakespeare-2

A praça é bem chrmosa e fica de frente para o rio Avon e o Royal Shakespeare Company, o teatro mais importante da cidade. Pois é, não disse que tudo por aqui tem o nome ou a cara do Shakespeare de alguma maneira? Como eu estava sem pressa, comprei um sorvete e fiquei no gramado observando as pessoas. E como havia crianças nessa cidade!

Segui direto para a casa onde ele nasceu. A casa apesar de antiga está aberta a visitação do público e eu fui conferir de perto. Ao chegar na recepção você poderá comprar 2 tipos de entradas:
– a primeira incluirá somente os pontos que ficam dentro da cidade: Shakespeare’s Birthplace, Nash’s House and New Place e Hall’s Croft.  O valor do preço para adulto é de 12.50 libras.
– já a segunda opção inclui esses três lugares mais: Anne Hathaway’s Cottage e Mary Arden’s Farm.
Infelizmente eu não pude escolher a segunda opção por falta de tempo, as a primeira já foi de bom tamanho e me deixou muito contente. Mais informações sobre preços aqui.

Shakespeare’s Birthplace

Stratford-upon-Avon e Shakespeare-3

Procurando hotel? Reserve aqui em parceria com a Booking.com!
É a casa onde o dramaturgo nasceu e viveu até o fim de sua infância. Para os padrões da época essa casa era muito chique, minha gente! O pai de Willliam vendia as luvas que ele fabricava e colocava bem na janela para as pessoas verem e comprarem. A casa tinha até uma pequena oficina para ele trabalhar e não atrapalhar o resto dos familiares e fazer bagunça no resto da casa.
Depois que William morreu, muitos poetas vieram até aqui em busca de inspiração e a casa acabou virando um lugar de peregrinação: Charles Dickens, Sir Walter Scott, Lord Byron e John Keats são apenas alguns nomes importantes que passaram por aqui e deixaram suas assinaturas na janela do quarto onde o dramaturgo nasceu.

Depois da sua morte, a casa ficou como herança para sua filha mais velha e depois foi passando de mão em mão. Hoje ela é propriedade do Shakespeare Fund Trust, uma fundação que cuida desse espaço da melhor maneira possível.

Aqui é uma bela mistura de novo e velho, já que na entrada você terá apresentações no telão sobre a vida do poeta. Tudo bem tecnológico e moderno. Ah, por aqui também ficam atores encenando algumas peças com a ajuda do público! Muito divertido!

New Place

Stratford-upon-Avon e Shakespeare-7

Esta foi a última casa em que Shakespeare viveu em Stratford, pois depois daqui ele se mudou para Londres. Atualmente a casa de fato não existe mais, apenas o jardim. Depois da morte do escritor, a casa passou para sua filha e depois para sua neta e Tomas Nash, seu marido. Nash tinha uma casa do lado da New Place, mas logo depois a casa de Shakespeare foi cedida para seu construtor. Por conta do alto preço do imposto e também por conta do número de visitantes que só crescia, a casa foi destruída (absurdo, né?). Para saber mais, visite o site deles.

Hall’s Croft

Stratford-upon-Avon e Shakespeare-6

Esta foi a casa onde a filha mais velha de Shakespeare (Susanna Hall) morou com seu marido, o médico John Hall. A casa é bem espaçosa e dá pra perceber que eles também tinham um estilo de vida bem confortável.

Church of the Holy Trinity

É aqui que Shakespeare está enterrado. Para entrar na igreja você não precisa pagar, mas se você quiser ir até o túmulo do dramaturgo, terá que pagar 1.50 libras. Ah, ele também foi batizado aqui. Sabiam que 20.000 pessoas por ano vêm para cá só para visitar essa igreja?
Stratford-upon-Avon e Shakespeare-8

O que eu achei curioso por aqui é que as pessoas ficam no jardim da igreja conversando tranquilamente ao redor dos túmulos, como se fosse a coisa mais natural do mundo. Achei muito legal!

Para vocês terem uma ideia do roteiro, segue um mapa que eu fiz para vocês. Para verem o mapa em outra janela, cliquem aqui. Todo o trajeto foi pensado para uma viagem de um dia pela cidade do Shakespeare e você poderá visitar todos esses lugares caminhando desde a estação de trem.
Stratford-upon-Avon e Shakespeare-9

Para chegar em Stratford-upon-Avon, você pode pegar um trem saindo de Londres ou Oxford. Se você quiser economizar, nada melhor do que o ônibus da National Express saindo de Oxford. Para saber mais, veja nosso post sobre como chegar em Stratford-upon-Avon. 

 


Visualizar Stratford-upon-Avon em um mapa maior


Tags from the story
More from Deise de Oliveira

Melhores paradas da Garden Route, África do Sul

Se você está um pouco confuso sobre quais são as melhores paradas...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *